Domingo, 19 de maio de 2024

Domingo, 19 de maio de 2024

Wesley Safadão relembra dificuldades que passou durante e após a pandemia

No último fim de semana aconteceu o Rodeio Mirassol em São Paulo. C cantor Wesley Safadão disse que é a segunda vez dele no rodeio, sendo que  a primeira vez foi antes da pandemia. “Já tem um tempo já, uns quatro cinco anos já que a gente não vem aqui e hoje é dia de matar a saudade. (…) Eu fico feliz porque a gente vê que esse festejo, esse rodeio ele está crescendo muito né?”.

O sertanejo diz que ama o interior. “Eu particularmente sou apaixonado pela turma do sertão e do interior. Acho que um evento como esse a cidade espera o ano inteiro”

Pandemia

Wesley fala que mudou após a pandemia. “Acredito que todo mundo passa a repensar o mundo de forma diferente e eu não penso diferente disso. Acho que muita coisa pós pandemia a gente aprendeu muito e a dar valor nas coisas.

“Vou falar de mim e não das outras pessoas mas a gente vem vivendo num fluxo muito forte. Entra no modo automático. Então quando a gente chega em um momento de pandemia você pensa assim ‘meu deus eu quero tá perto dos meus’. Eu quero tá próximo, eu quero poder viver porque ninguém sabe de fato o dia de amanhã. Então vai dando sim uma virada de chave  em muitos sentidos”.

O cantor falou sobre sua saúde. “Eu tô bem. (…) A vida artística é muito boa por um lado, mas ela te cobra bastante por outro, né? Então chega um certo tempo que você quer mais casa, você quer poder desfrutar mais do que você já conquistou e você vai pensando de uma forma diferente.”.

“Em 2017 eu tive meu primeiro estralo de ‘cara não é isso’, não é essa velocidade que eu quero. Passou 18, 19 chega a pandemia com as lives e também foi uma experiência muito legal, lógico que depois dos cinco primeiro seis meses”.

Voltar

Compartilhe esta notícia:

Chefin tem cordão de R$ 500 mil aprendido pela polícia após investigação de rifa ilegal
Ludmilla é acusada de intolerância religiosa em festival

No Ar: Playlist Eldorado